Tarólogos têm um Mentor Espiritual?


Conheço muitos que têm, alguns inclusive receberam essa missão como uma espécie de herança familiar. Vários foram criados dentro de alguma religião ou centros espíritas e têm um espírito amigo que os acompanha nas consultas.

Vou falar da minha experiência: sou Taróloga há 30 anos e, no início, o que eu tinha era muito estudo e dedicação. Como estudei! Até porquê, boa taurina que sou, só acreditava no que via. Precisava ter certeza de que as cartas realmente “falavam” e que aquilo de fato funcionava. Fui criada na religião Católica, numa cidade do interior onde as coisas diferentes, podemos dizer assim, eram (melhorou muito) vistas com preconceito e desconfiança. Ao mesmo tempo, sentia que minha intuição se aguçava mais e mais. Essa intuição se faz presente muitas vezes quando, nas consultas, digo coisas além do que as cartas mostram.

Sempre acreditei que, se eu tivesse um mentor, ele deveria ser um amigo com quem eu tomaria café e papearia. Evitava pensar em mentores espirituais.

Porém, há cerca de 15 anos conheci um mentor de carne e osso. Em vez de café, tomávamos chá. Ele é um xamã peruano, um senhor com jeito de índio muito sábio, doce e calmo que, como um verdadeiro Mestre de Luz, com a maior paciência, me explicou o que eu não entendia (embora não seja Tarólogo) e me deu força, mesmo à distância. Sempre senti – até hoje sinto – que ele manda boas vibrações e energias, desejando que eu me desenvolva mais e mais.

Por ele, terei eterna

Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
  • Instagram
WhatsApp-icone.png

Contato:

​​

  • Para adquirir meu livro ou agendar seu horário, presencial (no Rio de Janeiro) ou online,  entre em contato pelo WhatsApp 

            (21) 99999-8098.